Busca


imprimir pdf
O Vrack ou Rack Virtual

Pré-requisitos


Para utilizar as funções aqui explicadas neste guias, deverá possuir uma oferta VIRTUAL RACK.

Será então necessário :
  • ter um rack virtual ( vrack )
  • ter no mínimo dois servidores dedicados da gama SP*, EG, MG ou HG (placa de rede Gigabit ou Fast Ethernet) com a opção utilização profissional
  • saber ligar-se por ssh : consulte o guia ssh ( para os servidores Linux )

(*) A Gama 2013 dos servidores SP não permite o uso do servidor dentro de um Vrack

Generalidade


O Rack Virtual permite juntar de forma virtual vários servidores (qualquer que seja o seu número e a sua localização física nos nossos datacenters) e ligá-los a um switch virtual dentro da mesma rede privada. Os seus servidores poderão assim comunicar de maneira privada e segura entre eles (dentro de uma Vlan dedicada).

Convém ter em consideração que os servidores que podem ser adicionados ao vRACK só podem estar numa "zona geográfica", não pode adicionar servidores dos restantes datacenters (SBG, BHS, GRA...)

O vRack de momento só permite incluir servidores que estejam na zona RBX.

Encomenda de um Vrack


Encomenda de servidor(es) profissional(is):


Encomendar o Rack virtual:

  • Para encomendar o seu Rack Virtual deverá aceder ao seu Manager :
https://www.ovh.pt/managerv3/

Clique de seguida num dos seus servidores que lhe permitam a obtenção desta oferta, depois na rubrica "Serviços" e finalmente em "Encomendar um rack Virtual".

Seleccione os servidores que deverão fazer parte da sua infraestrutura e valide posteriormente a sua nota de encomenda.

Quando o Rack Virtual for instalado receberá um email de confirmação da criação que conterá a tag (vlan) do seu Rack Virtual.


Configuração Vlan


Antes de toda alteração aconselhamos a instalar os seguintes pacotes, pois irão ser úteis para a configuração e diagnóstico em caso de problemas:

  • vlan ou vconfig ferramenta obrigatória configurar vrack
  • tcpdump para verificar o tráfego das placas de rede
  • netcat ou nc para fazer testes de transferência entre dois servidorea, por exemplo
  • fping que será útil para "pingar" toda uma gama de IP
  • netmask ou whatmask que vai permitir ver o número de IP disponíveis

Info !
Ao longo deste guia, eth0.XXXX correspondem à tag do seu vrack Exemplo para o vrack 2009, eth0.XXXX = eth0.2009. Em todos os exemplos abaixo, vamos configurar o nosso vrack com 172.16.0.0/12 e usar duas máquinas: testvrack1 ( 172.16.0.1 ) e testvrack2 (172.16.0.2 ).

IMPORTANTE !!
Poderá utilizar- 172.16.0.0/12 à excepção dos IPs em baixo listados. Não deverá em caso algum adicionar estes IP à placa de rede do seu servidor dedicado:
  • 172.16.0.0 => IP Network
  • 172.31.255.252 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.253 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.254 => IP Gateway do seu rack virtual


Astúcia !
Mas quantos IP estão disponíveis num bloco /16? Netmask pode ajudá-lo a ver o número de IPs. Em ssh , ligado ao seu servidor, digite:
netmask -r 172.16.0.0/12
e irá obter:
172.16.0.0-172.31.255.255 (8192)
Poderá portanto utilizar 16777216 IP (à excepção dos acima referidos). Respeitando as boas práticas de implementação começaremos no 172.16.0.1 e acabaremos no 172.31.255.250


Linux Basic

Debian & Ubuntu

IMPORTANTE !!
Poderá utilizar- 172.16.0.0/12 à excepção dos IPs em baixo listados. Não deverá em caso algum adicionar estes IP à placa de rede do seu servidor dedicado:
  • 172.16.0.0 => IP Network
  • 172.31.255.252 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.253 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.254 => IP Gateway do seu rack virtual

Instale os pacotes anteriormente citados :
testvrack1:~# apt-get install vlan netcat fping tcpdump netmask

Edite o ficheiro de configuração de rede /etc/network/interfaces e adicione esta configuração, substituindo XXXX pela tag do seu Vrack :
auto eth0.XXXX # substitua XXXX pela tag do seu rack virtual
iface eth0.XXXX inet static # substitua XXXX pela tag do seu rack virtual
address 172.16.0.1
netmask 255.240.0.0
post-up ip r a 172.16.0.0/12 via 172.31.255.254 dev eth0.XXXX ; true # substitua XXXX pela tag do seu rack virtual

Reinicie depois a placa de rede:
/etc/init.d/networking restart

Para verificar a sua configuração :
testvrack1:~#ifconfig
eth0 Link encap:Ethernet HWaddr 00:1c:c0:b9:98:f3
inet adr:94.23.196.195 Bcast:94.23.196.255 Masque:255.255.255.0
UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1
RX packets:48325 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0
TX packets:28121 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0
collisions:0 lg file transmission:1000
RX bytes:4033662 (3.8 MiB) TX bytes:3680376 (3.5 MiB)
M�moire:e0200000-e0220000

eth0.2009 Link encap:Ethernet HWaddr 00:1c:c0:b9:98:f3
inet adr:172.16.0.1 Bcast:172.31.255.255 Masque:255.240.0.0
UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1
RX packets:3726 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0
TX packets:2775 errors:0 dropped:4 overruns:0 carrier:0
collisions:0 lg file transmission:0
RX bytes:174402 (170.3 KiB) TX bytes:181332 (177.0 KiB)

lo Link encap:Boucle locale
inet adr:127.0.0.1 Masque:255.240.0.0
UP LOOPBACK RUNNING MTU:16436 Metric:1
RX packets:1291 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0
TX packets:1291 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0
collisions:0 lg file transmission:0
RX bytes:146137 (142.7 KiB) TX bytes:146137 (142.7 KiB)


testvrack1:~# route -n
Table de routage IP du noyau
Destination Passerelle Genmask Indic Metric Ref Use Iface
94.23.196.0 0.0.0.0 255.255.255.0 U 0 0 0 eth0
172.16.0.0 0.0.0.0 255.240.0.0 U 0 0 0 eth0.2009
0.0.0.0 172.31.255.254 0.0.0.0 UG 0 0 0 eth0.2009
0.0.0.0 94.23.196.254 0.0.0.0 UG 0 0 0 eth0

Para testar a sua configuração, poderá pingar a gateway ou ainda outro servidor do seu rack virtual, no qual já efectuou as alterações descritas:
testvrack1:~# ping 172.31.255.254
PING 172.16.0.2 (172.16.0.2) 56(84) bytes of data.
64 bytes from 172.31.255.254: icmp_seq=1 ttl=63 time=9.46 ms
64 bytes from 172.31.255.254: icmp_seq=2 ttl=63 time=0.219 ms

testvrack1:~# ping 172.16.0.2
PING 172.16.0.2 (172.16.0.2) 56(84) bytes of data.
64 bytes from 172.16.0.2: icmp_seq=1 ttl=63 time=8.83 ms
64 bytes from 172.16.0.2: icmp_seq=2 ttl=63 time=0.220 ms


Gentoo

IMPORTANTE !!
Poderá utilizar- 172.16.0.0/12 à excepção dos IPs em baixo listados. Não deverá em caso algum adicionar estes IP à placa de rede do seu servidor dedicado:
  • 172.16.0.0 => IP Network
  • 172.31.255.252 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.253 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.254 => IP Gateway do seu rack virtual

Instale os pacotes anteriormente citados :
testvrack1:~# emerge vconfig netcat fping tcpdump whatmask

Edite o ficheiro de configuração de rede /etc/conf.d/net e adicione esta configuração, substituindo XXXX pela tag do seu rack virtual :
vlans_eth0="XXXX" # substitua XXXX pela tag do seu rack virtual

vconfig_eth0=( "set_name_type VLAN_PLUS_VID_NO_PAD" ) # não modifique esta linha

config_vlanXXXX=( "172.16.0.1 netmask 255.240.0.0" ) # substitua XXXX pela tag do seu rack virtual

Reinicie depois a placa de rede :
/etc/init.d/net.eth0 restart

Para verificar a sua configuração :
testvrack1 ~ # ifconfig
eth0 Lien encap:Ethernet HWaddr 00:1c:c0:b9:98:f3
inet adr:94.23.196.195 Bcast:94.23.196.255 Masque:255.255.255.0
UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1
RX packets:11260 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0
TX packets:5307 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0
collisions:0 lg file transmission:1000
RX bytes:3738636 (3.5 MiB) TX bytes:701067 (684.6 KiB)
M�moire:e0200000-e0220000

lo Lien encap:Boucle locale
inet adr:127.0.0.1 Masque:255.240.0.0
UP LOOPBACK RUNNING MTU:16436 Metric:1
RX packets:0 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0
TX packets:0 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0
collisions:0 lg file transmission:0
RX bytes:0 (0.0 B) TX bytes:0 (0.0 B)

vlan2009 Lien encap:Ethernet HWaddr 00:1c:c0:b9:98:f3
inet adr:172.16.0.1 Bcast:172.31.255.255 Masque:255.240.0.0
UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1
RX packets:730 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0
TX packets:40 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0
collisions:0 lg file transmission:0
RX bytes:34852 (34.0 KiB) TX bytes:3556 (3.4 KiB)


testvrack1 ~ # route -n
Table de routage IP du noyau
Destination Passerelle Genmask Indic Metric Ref Use Iface
94.23.196.0 0.0.0.0 255.255.255.0 U 0 0 0 eth0
172.16.0.0 0.0.0.0 255.240.0.0 U 0 0 0 vlan2009
127.0.0.0 0.0.0.0 255.240.0.0 U 0 0 0 lo
0.0.0.0 94.23.196.254 0.0.0.0 UG 0 0 0 eth0

Para testar a sua configuração, poderá pingar a gateway ou ainda outro sevidor do seu rack virtual, no qual já efectuou as alterações descritas :
testvrack1:~# ping 172.31.255.254
PING 172.16.0.2 (172.16.0.2) 56(84) bytes of data.
64 bytes from 172.31.255.254: icmp_seq=1 ttl=63 time=9.46 ms
64 bytes from 172.31.255.254: icmp_seq=2 ttl=63 time=0.219 ms

testvrack1:~# ping 172.16.0.2
PING 172.16.0.2 (172.16.0.2) 56(84) bytes of data.
64 bytes from 172.16.0.2: icmp_seq=1 ttl=63 time=8.83 ms
64 bytes from 172.16.0.2: icmp_seq=2 ttl=63 time=0.220 ms


Red Hat & CentOS & Fedora

IMPORTANTE !!
Poderá utilizar- 172.16.0.0/12 à excepção dos IPs em baixo listados. Não deverá em caso algum adicionar estes IP à placa de rede do seu servidor dedicado:
  • 172.16.0.0 => IP Network
  • 172.31.255.252 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.253 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.254 => IP Gateway do seu rack virtual


Instale os pacotes anteriormente citados, netcat (nc) já está instalado:
testvrack1:~# yum install vconfig tcpdump

Para instalar fping:
wget http://fping.sourceforge.net/download/fping.tar.gz
tar zxvf fping.tar.gz
cd fping-2.4b2_to/
./configure
make
make install

Para instalar whatmask:
falta rpm compilado

Copiamos aqui o ficheiro de configuração e adicionamos a tag do vrack :
cp /etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-eth0 /etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-eth0.XXXX

Editamos de seguida o ficheiro :
DEVICE=eth0.XXXX # substitua XXXX pela tag do seu rack virtual
VLAN=yes
BOOTPROTO=static
IPADDR=172.16.0.2
NETMASK=255.240.0.0
ONBOOT=yes
BROADCAST=172.31.255.255

"Monte" a sua interface de rede :
ifup eth0.XXXX # substitua XXXX pela tag do seu rack virtual

Para verificar a sua configuração :
root@testvrack2 ~# ifconfig
eth0 Link encap:Ethernet HWaddr 00:1C:C0:BA:D4:54
inet addr:94.23.196.217 Bcast:94.23.196.255 Mask:255.255.255.0
UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1
RX packets:319842 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0
TX packets:267546 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0
collisions:0 txqueuelen:1000
RX bytes:366903141 (349.9 MiB) TX bytes:228654217 (218.0 MiB)
Memory:e0200000-e0220000

eth0.2009 Link encap:Ethernet HWaddr 00:1C:C0:BA:D4:54
inet addr:172.16.0.2 Bcast:172.31.255.255 Mask:255.240.0.0
UP BROADCAST RUNNING MULTICAST MTU:1500 Metric:1
RX packets:110446 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0
TX packets:45326 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0
collisions:0 txqueuelen:0
RX bytes:110613350 (105.4 MiB) TX bytes:108015196 (103.0 MiB)

lo Link encap:Local Loopback
inet addr:127.0.0.1 Mask:255.240.0.0
UP LOOPBACK RUNNING MTU:16436 Metric:1
RX packets:140 errors:0 dropped:0 overruns:0 frame:0
TX packets:140 errors:0 dropped:0 overruns:0 carrier:0
collisions:0 txqueuelen:0
RX bytes:19479 (19.0 KiB) TX bytes:19479 (19.0 KiB)


root@testvrack2 ~# route -n
Kernel IP routing table
Destination Gateway Genmask Flags Metric Ref Use Iface
94.23.196.0 0.0.0.0 255.255.255.0 U 0 0 0 eth0
169.254.0.0 0.0.0.0 255.255.0.0 U 0 0 0 eth0.2009
172.16.0.0 0.0.0.0 255.240.0.0 U 0 0 0 eth0.2009
0.0.0.0 94.23.196.254 0.0.0.0 UG 0 0 0 eth0

Para testar a sua configuração, poderá pingar a gateway ou ainda outro sevidor do seu rack virtual, no qual já efectuou as alterações descritas :
root@testvrack2 ~# ping 172.31.255.254
PING 172.31.255.254 (172.31.255.254) 56(84) bytes of data.
64 bytes from 172.31.255.254: icmp_seq=1 ttl=255 time=8.36 ms
64 bytes from 172.31.255.254: icmp_seq=2 ttl=255 time=0.407 ms
64 bytes from 172.31.255.254: icmp_seq=3 ttl=255 time=0.388 ms

root@testvrack2 ~# ping 172.16.0.1
PING 172.16.0.1 (172.16.0.1) 56(84) bytes of data.
64 bytes from 172.16.0.1: icmp_seq=1 ttl=63 time=11.4 ms
64 bytes from 172.16.0.1: icmp_seq=2 ttl=63 time=0.218 ms
64 bytes from 172.16.0.1: icmp_seq=3 ttl=63 time=0.213 ms


Virtualização

Esxi


Veja aqui o guia VrackEsxi

Proxmox


em curso...

Outras distribuições

Windows Server 2008

IMPORTANTE !!
Poderá utilizar- 172.16.0.0/12 à excepção dos IPs em baixo listados. Não deverá em caso algum adicionar estes IP à placa de rede do seu servidor dedicado:
  • 172.16.0.0 => IP Network
  • 172.31.255.252 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.253 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.254 => IP Gateway do seu rack virtual


Actualize num primeiro tempo os drivers da placa de rede ao fazer o download do driver neste endereço:

http://downloadcenter.intel.com/detail_desc.aspx?agr=Y&DwnldID=18725

Faça um reboot ao servidor antes de continuar as suas configurações


Poderá recuperar o número da referência da placa de rede pelo seguinte comando na shell:
C:\Program Files\Intel\DMIX\CL\PROSetCL.exe Adapter_Enumerate


De seguida deverá criar um script .bat no dossier C:\Program Files\Intel\DMIX\CL\ a fim de configurar as Vlan :
"C:\Program Files\Intel\DMIX\CL\PROSetCL.exe" Adapter_createvlan num_carte XXX vrackXXX
ping -n 5 127.0.0.1 >NUL 2>&1
"C:\Program Files\Intel\DMIX\CL\PROSetCL.exe" Adapter_createvlan num_carte 0 vrack0
ping -n 5 127.0.0.1 >NUL 2>&1


num_carte : corresponde ao número da placa de rede
XXX : corresponde ao número do seu Vrack

IMPORTANTE !!
O script .bat deve ser executado como administrador. Para tal, deverá fazer um clique com o botão direito do rato e clicar em "Executar como Administrador".


Faça um reboot ao servidor antes de continuar as suas configurações


De seguida terá 2 novas interfaces na gestão de rede do servidor.
Para a interface Vrack0 deverá fornecer na configuração IP, as informações do seu servidor:
o seu IP : xx.xx.xx.xx
a sua Netmask : 255.255.255.0
a Passerelle : xx.xx.xx.254
O servidor DNS : 213.186.33.99


Depois na interface Vrack_num_vrack, deverá configurar o endereço IP que deseja introduzir no Vrack com:
Na Gateway: 172.31.255.254
No servidor DNS : 213.186.33.99


Windows Server 2012

IMPORTANTE !!
Poderá configurar 172.16.0.0/12 à exceção dos IPs abaixo listados. Não deverá em caso algum adicionar estes IP à placa de rede do seu servidor dedicado::
  • 172.16.0.0 => IP Network
  • 172.31.255.252 => IP reservado à utilização interna OVH
  • 172.31.255.253 => IP reservado à utilização interna OVH
  • 172.31.255.254 => IP Gateway do seu rack virtual


É fortemente aconselhada a realização da configuração do Vrack _ANTES_ de qualquer configuração orientada para HiperV que ligará a interface física a uma interface virtual que impedirá assim a criação de interfaces vlan "tagged". A presença de um KVM (IPMI ou USB) no servidor é de igual modo aconselhada para que possa ter acesso ao servidor em caso de necessidade.


Vá à gestão do Servidor e clique em Servidor Local:



E de seguida na secção Equipas, clique nas Tarefas e depois Nova Equipa:



Nesta fase terá perdido a sua ligação, basta agora relançar a ligação de forma a continuar a configuração.

basta indicar o nome da equipa, o Vrack, e seleccionar a placa de rede a utilizar:



Uma vez criada a equipa, seleccione-a na parte Cates e Interfaces, clique em Tarefas e depois Adicionar uma Interface:



Especifique agora o nome da interface para o seu Vrack, aqui Vrack2222 (alterar 2222 pelo número do seu Vrack):



De seguida terá duas novas interfaces no Centro de Rede e Partilha.
Para a interface Vrack deverá fornecer a configuração IP relativo ao seu servidor:
o seu IP: xx.xx.xx.xx
a sua Netmask: 255.255.255.0
A sua gateway: xx.xx.xx.254
O servidor DNS : 213.186.33.99


De seguida a interface Vrack_numero_vrack, deverá configurar o endereço IP que deseja ter no Vrack com:
Em Gateway: 172.31.255.254
Como Servidor DNS : 213.186.33.99


Free BSD

IMPORTANTE !!
Poderá utilizar- 172.16.0.0/12 à excepção dos IPs em baixo listados. Não deverá em caso algum adicionar estes IP à placa de rede do seu servidor dedicado:
  • 172.16.0.0 => IP Network
  • 172.31.255.252 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.253 => IP reservado à utilização interna da OVH
  • 172.31.255.254 => IP Gateway do seu rack virtual


Para activar a tomada em conta dos vlan no reinicio do seu servidor, edite o ficheiro /boot/defaults/loader.conf, e substituimos:

if_vlan_load="NO"

por

if_vlan_load="YES"


Salvamos o ficheiro de configuração principal :

cp /etc/rc.conf /etc/rc.conf.bak


De seguida editamos o ficheiro /etc/rc.conf, e adicionamos no fim do ficheiro as seguintes linhas:

# substitua XXXX pela tag do seu rack virtual
cloned_interfaces="em0.vlanXXXX"
ifconfig_em0_vlanXXXX="inet 172.16.0.2 netmask 255.240.0.0 broadcast 172.31.255.255"


Relançamos as interfaces de rede :
/etc/rc.d/netif restart && /etc/rc.d/routing restart


Para verificar a sua configuração :


testvrack1# netstat -nr
Routing tables

Internet:
Destination Gateway Flags Refs Use Netif Expire
default 94.23.196.254 UGS 2 64 em0
172.16.0.0/12 link#3 U 0 0 em0.vl
172.16.0.2 link#3 UHS 0 0 lo0
94.23.196.0/24 link#1 U 3 777 em0
94.23.196.195 link#1 UHS 0 0 lo0
127.0.0.1 link#2 UH 0 0 lo0


Para testar a sua configuração, poderá testar a gateway ou outro servidor do seu rack virtual na qual já tenha feito as manipulações descritas em cima:

testvrack1# ping 172.31.255.254
PING 172.31.255.254 (172.31.255.254): 56 data bytes
64 bytes from 172.31.255.254: icmp_seq=0 ttl=255 time=1.957 ms
64 bytes from 172.31.255.254: icmp_seq=1 ttl=255 time=0.551 ms
64 bytes from 172.31.255.254: icmp_seq=2 ttl=255 time=0.525 ms

3 packets transmitted, 3 packets received, 0.0% packet loss



testvrack1# ping 172.16.0.1
PING 172.16.0.38 (172.16.0.1): 56 data bytes
64 bytes from 172.16.0.1: icmp_seq=0 ttl=63 time=6.721 ms
64 bytes from 172.16.0.1: icmp_seq=1 ttl=63 time=0.300 ms
64 bytes from 172.16.0.1: icmp_seq=2 ttl=63 time=0.306 ms

3 packets transmitted, 3 packets received, 0.0% packet loss
round-trip min/avg/max/stddev = 0.300/2.442/6.721/3.025 ms


Open Solaris


em curso...

Testes, Diagnósticos


  • O seu IP privado aparece no resultado de ifconfig ? Se não, verifique o ficheiro /etc/network/interfaces
  • O IP privado aparece, mas não no vrack : Introduziu corectamente a tag do vrack no ficheiro "interfaces" ?
  • A gateway não responde a ping : ''O servidor foi correctamente adicionado ao vrack ?
Configurou a gateway com o endereço IP correcto ? Tem uma firewall que poderá estar a bloquear os pedidos ?''

  • Para verificar os endereços IP que não estão a responder no seu bloco:
root@testvrack1 fping-2.4b2_to# fping -g 178.33.8.64/28 # substitua o bloco pelo seu
178.33.8.64 error while sending ping: Permission denied

178.33.8.71 is alive
178.33.8.78 is alive

  • Para conhecer o débito possível entre os seus servidores :
No servidor a testar :
# nc -l 7777 > /dev/null

Num outro servidor :
# dd if=/dev/zero bs=100M count=1 | nc 178.33.8.71 7777
1+0 enregistrements lus
1+0 enregistrements écrits
104857600 octets (105 MB) copiés, 9,08299 seconde, 61,5 MB/s

  • A gateway responde a ping, mas não os outros servidores :

( esta secção está em curso de criação...)

Opções adicionais


Além da utilização standards do seu tack virtual, pode também :

Bloco IP RIPE




secções adicionais em curso de criação