Busca


imprimir pdf
Como adicionar um domínio ao Cpanel ?

Princípio de funcionamento do Cpanel


Cpanel tem um sistema de funcionamento admin/cliente. Ele fornece-lhe duas interfaces de administração.
Uma sobre a porta 2087 para o administrador, que lhe permite adicionar contas, actualizar a máquina...
E outra sobre a porta 2083 para os seus clientes, que lhes permitem criar caixas de e-mail, bases de dados...

Activar o período de experimentação de 15 dias


Cpanel propõe-lhe um período de experimentação de 15 dias que associará uma licença ao IP da máquina.
Poderá inscrever-se no site Cpanel

Deverá conectar-se por ssh à sua máquina para relançar o painel com o seguinte comando :

/etc/init.d/cpanel restart

Veja um guia que lhe explica o funcionamento do ssh.

Adicionar um nome de domínio


Uma vez no painel da sua máquina na porta 2087 (https://nsXXXXXX.ovh.net:2087), aceda ao WHM (Web Host Manager) :



Cpanel funciona com um sistema admin/ conta cliente, deverá criar uma conta de utilizador que lhe dá a possibilidade de administrar um nome de domínio

depois sobre

Tudo o que terá de fazer será introduzir os diferentes campos (Nome de domínio, Utilizador, password...).
Depois clique sobre ou Seleccione Opções Manualmente , poderá gerir as quotas, números de caixas de e-mail...



Terá ainda a possibilidade de seleccionar os servidores DNS a utilizar para criar a zona local :



Ativar o domínio no DNS secundário


Para ativar o servidor DNS secundário poderá consultar a documentação disponível no seguinte link: http://guias.ovh.pt/InstalarDNSSecundario

Transferência de zona para o DNS secundário


Para efetuar uma transferência da zona DNS para o DNS secundário (ns.kimsufi.com, sdns1.ovh.net ou sdns2.ovh.net), deverá editar o ficheiro named.conf.

Pode encontrá-lo em várias localizações no servidor, dependendo se o servidor named esteja "chrooted" ou não.
Para o determinar, basta utilizar o seguinte comando:

cat /etc/sysconfig/named | egrep "^\s*ROOTDIR"


Se obtiver uma resposta deste tipo:

ROOTDIR="/var/named/chroot"


O seu servidor está "choroted" e o ficheiro de configuração será o seguinte:

/var/named/chroot/etc/named.conf

Caso não retorne nada, o ficheiro a ter em conta é o seguinte:

/etc/named.conf


Nota:

A diferença entre as duas localizações é somente o valor da variável ROOTDIR" antes do /etc/named.conf.



De seguida modifique a linha

  • allow-transfer {none;};

para o seguinte:

  • Para o sdns1.ovh.net :

allow-transfer {213.251.188.140;};


  • Para o sdns2.ovh.net :

allow-transfer {213.251.188.141;};


  • Para o ns.kimsufi.com :

allow-transfer {213.186.33.99;};

Será necessário reiniciar o seu servidor DNS para que este tenha em conta a alteração.

/etc/init.d/named restart


Administrar um site


O seu utilizador deverá de seguida conectar-se à porta 2083 (https://nsXXXXXX.ovh.net:2083).
Ele através do painel terá a possibilidade de criar as suas caixas de e-mail, as suas bases de dados, aceder ao phpMyadmin, criar um multi-domínio...