Busca


imprimir pdf
Proxmox


DESCRIÇÃO

Proxmox é uma distribuição de virtualização que lhe permite a criaçao e gestão de máquinas virtuais (VPS) com as tecnologias OpenVZ e Linux KVM em simultâneo. A gestão faz-se facilmente a partir de uma interface Web que lhe é disponibilizada após a instalação no seu servidor dedicado. Ligue-se à interface que encontrará em https://oseuservidor.ovh.net com o nome de utilizador root e a sua palavra passe.


KVM

Importar uma iso


Linux KVM emprega "full virtualisation" e necessita de um processador com as instruções de virtualização (VMX). Poderá instalar a distribuição da sua escolha a partir de um ficheiro .iso criado a partir de um CD de instalação.

Para uma importar uma isol deverá ir ao Proxmox > Images ISO > e de seguida na pasta desejada de forma a seleccionar a sua iso.

ou

Introduza os ficheiros .iso na pasta /var/lib/vz/template/iso/ do seu servidor para os poder utilizar a partir da interface Web.

Criar uma vm bridge (recomendado)

Para criar uma máquina virtual bridge, é necessário que vá ao Proxmox > Máquinas Virtuais > Separador Criar..

terá então um formulário de criação:



- para seleccionar: o ficheiro de instalação (a sua iso)..

e preencha este formulário:
- o espaço de disco desejado
- o Nom (hostname do servidor)
- a quantidade de memória desejada para a máquina virtual
- o tipo de disco
- o tipo de guest
- o número de cpus

Para a parte da rede:

Na lista que se desenrola, selecciona o vmbr0 e no Mac Address indica o Mac virtual criado no seu Manager v3 para o IP que pretende obter na máquina virtual.

Para criar um mac address virtual verifique este guia http://guias.ovh.pt/DedicadoMacVirtual

No final, basta clicar em Create.

Após a criação da máquina virtual, é necessário que inicie então a máquina virtual para lançar a instalação.

No proxmox > Máquinas virtuais > clique na máquina virtual, e depois iniciar. De seguida clique na Open VNC console para interargir e iniciar a instalação do sistema.

A instalação faz-se sem a configuração da rede, uma vez que a configuração da rede faz-se após a instalação do sistema ao seguir este guia:

http://guias.ovh.pt/BridgeCliente



Criar uma vm routed


Para criar uma máquina virtual routed, é necessário que vá ao Proxmox > Máquinas Virtuais > Separador Criar..


terá então um formulário de criação:



- para seleccionar: o ficheiro de instalação (a sua iso)..

e preencha este formulário:
- o espaço de disco desejado
- o Nom (hostname do servidor)
- a quantidade de memória desejada para a máquina virtual
- o tipo de disco
- o tipo de guest
- o número de cpus

para a parte da rede:

na lista que se desenrola, seleccione o vmbr1.

No final, basta clicar em Create.

Após a criação da máquina virtual, é necessário que inicie então a máquina virtual para lançar a instalação.

No proxmox > Máquinas virtuais > clique na máquina virtual, e depois iniciar. De seguida clique na Open VNC console para interargir e iniciar a instalação do sistema.

A instalação faz-se sem a configuração da rede, uma vez que a configuração da rede faz-se após a instalação do sistema. A gateway será o endereço IP do host proxmox

exemplo de configuração de uma máquina virtual em debian:
no ficheiro /etc/network/interfaces :

auto lo eth0
iface lo inet loopback
iface eth0 inet static
address IP.FAIL.OVER
netmask 255.255.255.255
broadcast IP.FAIL.OVER
post-up route add IP.DE.SEUDEDICADO dev eth0
post-up route add default gw IP.DE.SEUDEDICADO
post-down route del IP.DE.SEUDEDICADO dev eth0
post-down route del default gw IP.DE.SEUDEDICADO


e depois execute o comando:
echo "nameserver 213.186.33.99" > /etc/resolv.conf # configurer le DNS

para outro sistema operativo, basta adaptar de forma a que obtenha o mesmo resultado na configuração de rede.

Info !
Para um windows 2003 : a netmask 255.255.255.255 não é aceite pelo Windows, veja como poderá fazer:
  • configure o windows com o Ip failover. A netmask (255.255.255.255) não será aceite, portanto introduza temporariamente "255.255.255.0"
  • altere a netmask com o editor de registo de forma a evitar problemas no futuro:
    • clique no "Menu Iniciar" e depois > "Executar"
    • introduza "regedit" e depois confirme
    • procure em HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\ a chave "SubnetMask" com o valor "255.255.255.0" e depois altere-o para "255.255.255.255"



Por fim, execute o seguinte comando ao substituir o IP.FAIL.OVER em ssh no host proxmox:
ip route add IP.FAIL.OVER dev vmbr1



Criar uma VM nat

Para criar uma vm nat aconselhamos que crie um bridge previsto para esse efeito:

por ssh e com o utilizador root sobre o host, modifique o ficheiro: /etc/network/interfaces

vi /etc/network/interfaces


e adicione aqui:


auto vmbr2
iface vmbr2 inet static
address 192.168.0.254
netmask 255.255.255.0
bridge_ports none
bridge_stp off
bridge_fd 0
post-up echo 1 > /proc/sys/net/ipv4/ip_forward
post-up iptables -t nat -A POSTROUTING -s '192.168.0.0/24' -o vmbr0 -j MASQUERADE
post-down iptables -t nat -D POSTROUTING -s '192.168.0.0/24' -o vmbr0 -j MASQUERADE


active o bridge criado
ifup vmbr2


de seguida crie a sua máquina virtual como indicado:



- para seleccionar: o ficheiro de instalação (a sua iso)..

e preencha este formulário:
- o espaço de disco desejado
- o Nom (hostname do servidor)
- a quantidade de memória desejada para a máquina virtual
- o tipo de disco
- o tipo de guest
- o número de cpus

para a parte da rede:

na lista que se desenrola, seleccione o vmbr2.

No final, basta clicar em Create.

Após a criação da máquina virtual, é necessário que inicie então a máquina virtual para lançar a instalação.

No proxmox > Máquinas virtuais > clique na máquina virtual, e depois iniciar. De seguida clique na Open VNC console para interargir e iniciar a instalação do sistema.

na configuração de rede da máquina virtual indique o que teremos aqui, como exemplo (pode ser configurado durante a instalação da máquina virtual) :

ip : 192.168.0.1
netmask 255.255.255.0
broadcast 192.168.0.255
gateway : 192.168.0.254 (ip du vmbr2 no host)
servidor dns: 213.86.33.99


Uma vez instalada, a sua máquina virtual estará funcional e terá acesso do exterior.

se deseja que a sua máquina esteja acessível por SSH, deverá redirigir uma porta no host para a porta ssh da sua vm

para tal deverá adicionar uma regra na firewall (iptables por exemplo):
iptables -t nat -A PREROUTING -i vmbr0 -p tcp --dport 1022 -j DNAT --to 192.168.0.1:22


este exemplo: reencaminha a porta 1022 do host para a porta 22 da máquina virtual. Por consequência a máquina virtual estará acessível em ssh ao contactar o IP do host na porta 1022.

para que esta regra seja tomada em conta após cada reinicio, no ficheiro /etc/network/interfaces

deverá efectuar as seguintes alterações no vmbr2:

auto vmbr2
iface vmbr2 inet static
address 192.168.0.254
netmask 255.255.255.0
bridge_ports none
bridge_stp off
bridge_fd 0
post-up echo 1 > /proc/sys/net/ipv4/ip_forward
post-up iptables -t nat -A POSTROUTING -s '192.168.0.0/24' -o vmbr0 -j MASQUERADE
post-down iptables -t nat -D POSTROUTING -s '192.168.0.0/24' -o vmbr0 -j MASQUERADE
post-up iptables -t nat -A PREROUTING -i vmbr0 -p tcp --dport 1022 -j DNAT --to 192.168.0.1:22
post-down iptables -t nat -D PREROUTING -i vmbr0 -p tcp --dport 1022 -j DNAT --to 192.168.0.1:22



OpenVZ


Descrição

O openVZ trata-se de uma tecnologia de isolação muito potente. Cada VE (Virtual Environment) possui a sua própria placa de rede e do seu material, podendo utilizar uma outra Distribuição. Por contra, não será possível a instalação de sistemas operativos que não sejam Linux (Windows, *BSD, ...) ou de diferentes kernels nos VE.

Na instalação terá "templates" (distribuições Linux preparadas pela OVH para a utilização nas VE OpenVZ) disponíveis para que as possa utilizar na criação das VPS com a sua interface web. Isto permite-lhe criar a primeira VPS em 3 cliques e em menos de 2 minutos com o Proxmox!

criar uma vm routed
A forma mais simples de criar uma VE (virtual environment ) na rede é de utilizar um bloco IP ou IPs failovers. OpenVZ toma a cargo a configuração do roteamento.

Para tal clique nas máquinas virtuais > criar e de seguinda preencha este formulário:



Selecicone o tipo: Container (openVZ)
No modelo, selecciona o template com a qual deseja criar essa máquina virtual

E depois preenche:

- o espaço de disco desejado
- o Nom (hostname do servidor)
- a quantidade de memória desejada para a máquina virtual
- o tamanho da memória swap
- a password root do servidor
- o tamanho do disco

Ao nível da rede, indique o seu Ip failover e a em Network Type "Virtual Network (venet) na criação.

De seguida basta iniciar a sua máquina virtual para a começar a utilizar.

No proxmox > Máquinas virtuais > clique na máquina virtual, e depois iniciar.

criar uma vm nat

para criar uma vm openvz com nat apenas necessita de preencher o formulário de criação como indicado aqui:


Selecicone o tipo: Container (openVZ)
No modelo, selecciona o template com a qual deseja criar essa máquina virtual

E depois preenche:

- o espaço de disco desejado
- o Nom (hostname do servidor)
- a quantidade de memória desejada para a máquina virtual
- o tamanho da memória swap
- a password root do servidor
- o tamanho do disco

Ao nível de rede, indique um ip privado (exemplo: 10.0.0.1) e em Network Type "Virtual Network (venet)" na criação.

em seguida execute o seguinte comando por ssh no host:

iptables -t nat -A POSTROUTING -s 10.0.0.0/24 -o vmbr0 -j SNAT --to IP.de.votre.serveur_hote


Basta então iniciar a máquina virtual para começar a utilizá-la.

No proxmox > Máquinas virtuais > clique na máquina virtual, e depois iniciar.

se deseja que a sua máquina esteja acessível por SSH, deverá redirigir uma porta no host para a porta ssh da sua vm

para tal deverá adicionar uma regra na firewall (iptables por exemplo):
iptables -t nat -A PREROUTING -i vmbr0 -p tcp --dport 1022 -j DNAT --to 10.0.0.1:22


este exemplo: reencaminha a porta 1022 do host para a porta 22 da máquina virtual. Por consequência a máquina virtual estará acessível em ssh ao contactar o IP do host na porta 1022.

para que esta regra seja tomada em conta após cada reinicio, crie um ficheiro de inicio na pasta /etc/init.d/nat-vz com o conteúdo:

#!/bin/sh


case "$1" in
start) echo "Starting iptables NAT for openvz"
#remplacer ip.de.votre_serveur.hote par l'ip de sortie
/sbin/iptables -t nat -A POSTROUTING -s 10.0.0.0/24 -o vmbr0 -j SNAT --to ip.de.votre_serveur.hote

#mettre les regles iptables de ajout pour la redirection de port
/sbin/iptables -t nat -A PREROUTING -i vmbr0 -p tcp --dport 1022 -j DNAT --to 10.0.0.1:22

;;

stop) echo "Stopping iptables NAT for openvz"
#remplacer ip.de.votre_serveur.hote par l'ip de sortie
/sbin/iptables -t nat -D POSTROUTING -s 10.0.0.0/24 -o vmbr0 -j SNAT --to ip.de.votre_serveur.hote

#mettre les regles iptables de supression pour la redirection de port
/sbin/iptables -t nat -D PREROUTING -i vmbr0 -p tcp --dport 1022 -j DNAT --to 10.0.0.1:22
;;

*) echo "Usage: /etc/init.d/nat-vz {start|stop}"
exit 2
;;

esac
exit 0


de seguida introduza o ficheiro como executável
chmod 755 /etc/init.d/nat-vz


e introduza-o no inicio do servidor:

update-rc.d nat-vz defaults



Criar uma vm bridge

Esta configuração é desaconselhada por questões de performance e não será abordada neste guia.


Conselhos


Actualizações: A distribuição inclui o novo kernel Proxmox original. Por favor verifique o conteúdo de /boot/grub/menu.lst, especialmente o parâmetro "root=", antes de reiniciar o servidor após uma actualização. Para as actualizações entre as principais versões, poderão ser necessárias outro tipo de configurações, nomeadamente medidas adicionais. Mais informações na secção "Distributions/OS" em estado.ovh.pt.


Mailing list: Para mais informações acerca da instalação e configuração de VPS, dirija-se ao site da Proxmox, em caso de problemas ou dúvidas, não hesite em inscrever-se na mailing list dedicada ao tema VPS, vps@ml.ovh.net, enviando um email vazio para vps-subscribe@ml.ovh.net.