Busca


imprimir pdf

IP failover


Uma descrição completa das possibilidades desta opção está disponível no endereço abaixo:
http://www.ovh.pt/items/ip_failover.xml .


Preparação


Aqui está a lista de ferramentas necessárias para utlizar correctamente esta opção:

  • dois servidores nsxxx.ovh.net.
  • um IP Failover.
  • um domínio e a possibilidade de gerir os DNS deste último.
  • um reverse para o IP failover, se não deseja utilizar as que estão por defeito disponíveis no manager.

Nos exemplos abaixo vamos utilizar o servidor A como o principal e o servidor B que será utilizado para receber o IP failover.
Os exemplos foram reproduzidos sobre servidores Redhat 7.2 Release 1 OVH.

Atenção: isto é um exemplo da instalação. Em tempo real não devemos esquecer que o IP fail-over não deve estar sobre os dois servidores simultâneamente. A conversão de rede não deve ser acrescentada por adiantamento sobre o servidor que vai receber o extracto no momento da avaria se ele não é configurado como servidor mx backup, ao tratamento localmente dos e-mails. Isso pode gerar problemas.

Activação


No manager v3, clique no servidor A, depois Serviços, depois IP failover.
Active o IP que utiliza em Adicionar um endereço IP. Siga as instruções e valide as suas escolhas.
Uma vez terminada um e-mail chegará contendo o endereço failover e a relação do guia para a instalação sobre os servidores.

Instalação


Siga as instruções deste guia: http://guias.ovh.pt/AdicionarAliasIp
Importante: Instale o IP sobre os dois servidores a fim de poder testar o balanço antes de declarar um nome de domínio sobre o IP. Assim pode assegurar-se que no momento fatal a opção estará verdadeiramente operacional.

Temos agora o IP configurado sobre os dois servidores:

  • Servidor A para o qual é rotado o IP failover. Pode testar-lo fazendo uma ligação ssh sobre o IP. Deve então encontrar o seu servidor A.

  • Servidor B que só está configurado mas não acessível através do IP failover.

Teste Migração


No manager, servidor A, depois Serviços, depois IP fail-over e em Migrar IP failover.
Escolha o seu IP failover e mude o routage para o servidor B. Mais uma vez vai receber um e-mail que lhe confirma o routage do seu IP failover para o servidor B através de uma simples ligação em ssh sobre o IP failover, que deve estar ligado ao servidor B. A opção está então operacional em caso de ajuda urgente. Deve agora voltar a rotar o IP para o servidor A, sempre no manager, mas desta vez o servidor B, depois IP failover e em Migrar IP failover.

Domínio novo


Configurar as DNS


Com a reverse por defeito atribuída pela OVH:

Para um novo domínio que deve ser criado, é necessário utilizar a Inversão da sua IP failover como DNS primário sdns1.ovh.net como DNS secundário. Durante a criação do domínio é necessário por conseguinte escolher " Escolher DNS personalizados". Indique então os servidores de nomes dabseguinte maneira:

  • primário: IP-de-failover.ovh.net

  • secundário: sdns1.ovh.net

Encontra a reverse do seu IP failover na parte do servidor A, depois Serviços, depois IP failover.

Com uma reverse personalizada:

É-lhe possível pôr uma reverse sobre o seu IP failover.
É necessário por conseguinte criar uns campos A IN IP.DE.FAIL.OVER sobre um domínio já existente, declarar este em Gestão do Host na parte DNS do seu manager e seguidamente adicionar na secção IP failover como INVERSÃO. Uma vez propagado, indique os servidores de nomes da seguinte maneira:

  • primário: oseuhost.oseudominio.com

  • secundário: sdns1.ovh.net

Nos dois casos de figura é necessário seguidamente ir para o manager v3, clicar em servidor A seguidamente Serviços e DNS secundário. Adicione o domínio sem www. e seleccione o IP failover como primário. Seguidamente espere pelo menos 12:00 à 24:00 que os DNS estejam propagadas correctamente antes de fazer qualquer outra modificação.


Instalação sobre dedicado


Adicione o domínio sobre o servidor A via OVHM clicando em Adicionar um domínio. Seleccione nos campos " IP" o failover. Escolha as opções suplementares de acordo com as suas necessidades e valide-as clicando ao mesmo tempo em criar. Faça Voltar aos índices e clique em Reiniciar todos os serviços (para ter em conta as mudanças). Está pronto. Pode instalar o seu site como de costume.

Volte a fazer a manipulação para o servidor B.
Importante: Não se esqueça que cada modificações na zona DNS efectuadas sobre o servidor A devem ser adiadas sobre o servidor B. Em casos de esquecimento pode ser que os subdomínios como fórum.oseudominio.com não funcionem na hora da migração.

A diferença entre o servidor de backup que toma o extracto no caso de avaria e a migração de um servidor para outro deve também tomar-se em consideração.

No caso de funcionalidade do servidor backup:

Em todo os casos é necessário sincronizar regularmente os dados web e sql entre servidor A e servidor B. Importante é sobretudo os e-mails. É dado que o servidor B deve unicamente armazenar os mails e retransmitir-os a seguir para o servidor A para que não estejam perdidos. (Um guia sobre a configuração de um servidor mail backup está em curso de redacção)

No caso de funcionalidade da migração de servidor/oferta:

Na hora de uma migração é necessário sincronizar num primeiro tempo os dados web e sql entre servidor A e servidor B. Na hora de uma migração é necessário criar todas as contas mail presentes sobre o servidor A e sobre o servidor B, para que todo o correio seja distribuído correctamente após a migração.

Migração


Temos dois servidores dedicados que são idêntico a nível da configuração de acordo com as especificações citado acima. São sincronizadas ao nível dos dados web e de sql, e dos ficheiros de zona.
Agora, bastar migrar o IP failover do servidor A para o servidor B como no teste de migração.
No momento da redacção deste guia todas as manipulações foram efectuadas em tempo real a fim de verificar todas as etapas. O balanço do domínio de servidor A para servidor B demorou menos que 2 minutos.

Domínio existente


Partindo do princípio que o seu domínio já está instalado sobre o servidor A com o IP principal é necessário proceder de maneira seguinte:

  • reconfigurar os DNS no servidor A

  • mudar os VirtualHost? no servidor A

  • adicionar o domínio com o ip failover no servidor B

  • mudar o DNS primário

  • pôr em dia as informações do DNS secundário

Modificar DNS servidor A


Deve editar o ficheiro da zona do domínio.

via SSH:

nano /var/named/dominio.com.hosts


Num primeiro tempo o SOA que está sob forma 2007022101. O serial é a data ao dia da sua modificação mais de 01 para a primeira modificação do dia. Se altera por conseguinte mais vezes por dia, é necessário montar os últimos dois números de maneira incremental. (02, 03,04 e assim de sequência). Seguidamente IN NS: nsSeueServidor.ovh.net torna-se IP.de.failover.ovh.net. e todo o IP deve substituir-se pelo IP failover. Faça bem atenção de deixar os pontos no fim da linha de certos campos. Importante é que substitui IN NS ns.ovh.net para sdns1.ovh.net porque na hora da recreação do DNS secundário no manager o seu domínio estará presente sobre o novo secundário que é sdns1.ovh.net. Guarde e reinicialize bind:

/etc/init.d/named restart


via webmin:

Secção servidores, seguidamente Servidor de nomes de domínios BIND, seguidamente sobre a ícone Master acima do domínio em questão e sobre Alterar o ficheiro de registos.
Num primeiro o SOA que está sob forma 2007022101. O serial é a data ao dia da sua modificação mais do 01 para a primeira modificação do dia. Se altera por conseguinte mais vezes por dia, é necessário montar os últimos dois números de maneira incremental. (02, 03,04 e assim de sequência). Seguidamente In NS: nsSeuServidor.ovh.net torna-se IP.de.failover.ovh.net. e toda a IP deve substituir-se pelo IP failover. Faça bem atenção de deixar os pontos no fim da linha de certos campos. Importante é que substitui IN NS ns.ovh.net para sdns1.ovh.net porque na hora da recreação do DNS secundária no manager o seu domínio estará presente sobre o novo secundário que é sdns1.ovh.net. Seguidamente guarde e aplique as mudanças.

VirtualHost? no servidor A


via SSH:

nano /httpd.conf


No VirtualHost? do seu domínio modifique o IP pelo failover e guarde.
Reinicie o servidor web:

/etc/init.d/httpd restart


via webmin:

Secção servidores, seguidamente Servidor Web Apache, seguidamente sobre a ícone WWW do ServidorVirtual? levando o seu nome de domínio. Em Detalhes do servidor virtual substitua o IP pelo failover, guarde e clique na parte superior no separador aplicar as mudanças.

Domínio servidor B


Adicione o domínio sobre o servidor B via OVHM clicando em Adicionar um domínio. Seleccione os campos " IP" do failover. Escolha as opções suplementares de acordo com as suas necessidades e valide-as clicando ao mesmo tempo em criar. Volte aos índices e clique em Reiniciar todos os serviços (para ter em conta as mudanças).

DNS primária e secundária


É necessário num primeiro tempo ir ao manager v3 clicar em servidor A seguidamente Serviços e DNS secundário.
Elimine o seu domínio do DNS secundário e volte a adicioná-lo já a seguir seleccionando desta vez o IP failover como primária.

Seguidamente volte a secção Domínio & DNS seguidamente Servidores DNS e substitua os DNS actuais por:

  • primário: IP-de-failover.ovh.net

  • secundário: sdns1.ovh.net

Após 12:00 à 24:00 o mais tardar, os DNS devem estar propagados correctamente. Antes de migrar, faz-se o teste dos DNS.

Teste dos DNS


Antes de migrar o IP failover e arriscar uma inacessibilidade, deve num primeiro tempo testar a configuração. Utilize a sua ferramenta comando shell no seu webmin ou ligue-se em ssh aos seus servidores.

Interroga as zonas com o comando : dig nomededominio.com@ oservidor.ovh.net
Eis um exemplo:

SERVIDOR A:

1:08 melost@InTheShell ~% dig guiasovh.pt @ns38936.ovh.net
<<>> DiG 9.2.4 <<>> guiasovh.pt @ns38936.ovh.net
guiasovh.pt. IN A
ANSWER SECTION:
guiasovh.pt. 86400 IN A 91.121.63.5
AUTHORITY SECTION:
guiasovh.pt. 86400 IN NS sdns1.ovh.net.
guiasovh.pt. 86400 IN NS 91-121-63-5.ovh.net.
ADDITIONAL SECTION:
sdns1.ovh.net. 170542 IN A 213.251.188.140
91-121-63-5.ovh.net. 84144 IN A 91.121.63.5


SERVIDOR B:

1:08 melost@InTheShell ~% dig guiasovh.pt @ghost.ovh.net
<<>> DiG 9.2.4 <<>> guiasovh.pt @ghost.ovh.net

guiasovh.pt. IN A
ANSWER SECTION:
guiasovh.pt. 86400 IN A 91.121.63.5
AUTHORITY SECTION:
guiasovh.pt. 86400 IN NS 91-121-63-5.ovh.net.
guiasovh.ptm. 86400 IN NS sdns1.ovh.net.
ADDITIONAL SECTION:
sdns1.ovh.net. 165503 IN A 213.251.188.140
91-121-63-5.ovh.net. 165503 IN A 91.121.63.5


Um dig @sdns1.ovh.net deve por conseguinte ser-lhe retornado igualmente ao reverse da sua IP failover.

Migração


A priori tudo está pronto para a migração do IP failover de um servidor para o outro.
Se não tem a certeza que vai funcionar como é necessário, pode sem problema pedir ao suporte uma verificação. Indicar-lhe-ão se tudo está correcto ou se há coisas a corrigir.

A seguir

A redacção de certos guias está em curso a fim de tornar-lhe a utilização ainda mais fácil:

  • um guia sobre a sincronização dos dados entre dois servidores

  • um guiz sobre a configuração de um mx backup para os e-mails

  • uma secção será adicionada neste guia para resolver todos os problemas da Zonecheck.